Voltar ao topo.

Agora é oficial: marca Nokia vai desaparecer e será trocada por Microsoft Lumia

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:br, soluções, área, presença, reforçar, objetivo, independente e existir315 palavras4 min. para ler
Agora é oficial: marca Nokia vai desaparecer e será trocada por Microsoft LumiaVer imagem ampliada
Migração de sites e materiais promocionais deve levar alguns meses.
Desde que a Microsoft comprou a divisão de celulares da Nokia, em setembro de 2013, já se esperava que em algum momento a marca da empresa finlandesa seria descartada.
Nos últimos meses a Microsoft havia confirmado que não usaria a marca Nokia futuramente, mas não havia divulgado o nome da marca que a substituiria. Agora, o mistério foi revelado. A marca Microsoft Lumia passará a ser usada no lugar da tradicional Nokia.
Ao longo dos próximos meses, sites, materiais de divulgação e outros serviços que ainda exibirem a marca Nokia serão aos poucos migrados para a marca Microsoft Lumia. Segundo a Microsoft, o processo de migração dos sites da Nokia para os da Microsoft vai começar na França.
A marca Lumia foi criada pela Nokia para seus celulares com Windows Phone e estreou em novembro de 2011, no celular Lumia 800. Com a venda da empresa, a marca Lumia passou a ser propriedade da Microsoft.
Vale ressaltar que a Nokia continua existindo, mas apenas como empresa provedora de serviços de mapas e soluções corporativas de telecomunicações. Essa parte não foi comprada pela Microsoft e continua a existir como empresa independente.
No fim de 2013, a Microsoft comprou a divisão de celulares da Nokia com o objetivo de reforçar sua presença na área de smartphones. A compra foi de certo modo uma evolução da parceria estabelecida em fevereiro de 2012, quando a Nokia se comprometeu a focar todos os esforços em celulares com Windows Phone e abandonar o sistema Symbian.
Desde a compra, a Microsoft vem lançando novos celulares da linha Lumia e aprimorando o sistema Windows Phone. Mas, em termos de mercado, não houve muito avanço. Atualmente, segundo dados do IDC, o Windows Phone não chega a ter 3% do mercado mundial de smartphones. O líder Android tem cerca de 85% e a Apple tem cerca de 12%.
Fonte: tecnologia.ig.com.br

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it