Voltar ao topo.
Proteger Marcas e PatentesÁrea do cliente

Patente da Samsung revela smartphone flexível que pode ser usado como smartwatch

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:tudocelular, modelos, primeiros, continuar, liderança, inovadores, prova e disso287 palavras4 min. para ler
Patente da Samsung revela smartphone flexível que pode ser usado como smartwatchVer imagem ampliada
Se você deseja o Galaxy S6 Edge ou possui o Gear S, atuais produtos da Samsung com tela OLED flexível e acha essa tecnologia o máximo, então você ainda não viu em que a sul-coreana está trabalhando atualmente. Detalhes encontrados de uma patente mostram que a empresa vem a cinco anos desenvolvendo um novo produto que permitirá usar um smartphone como smartwatch. Isso mesmo, você poderá dobrar o modelo ao redor do seu pulso e ter apenas um único dispositivo para todos os propósitos.

Samsung já deixou claro que seu foco é trazer telas totalmente flexíveis para o mercado com os primeiros modelos sendo lançados ainda em 2016. Com o avanço das telas OLED totalmente flexíveis será possível usar o seu smartphone como se fosse um bracelete. Claro, a patente, como pode ser visto na imagem baixo, mostra apenas um conceito de como o produto ficaria em nossos pulsos, mas não mostra onde ficam detalhes importantes de um celular, como a câmera frontal ou o alto-falante para realização de chamadas.

Samsung é atualmente a maior fabricante no ramo de smartwatches e pretende continuar na liderança ao trazer produtos ainda mais inovadores. A prova disso é o novo Gear A capaz de realizar chamadas sem necessidade de smartphone. Claro, temos que levar em conta que a tecnologia para produzir tal bracelete ainda não está pronta, e mesmo que a Samsung consiga produzir telas totalmente flexíveis para o próximo ano, isso não indica que o produto chegará tão cedo ao mercado.

De toda forma, essa patente ajuda a vermos o que se passa por dentro da cabeça de grandes empresas como a Samsung e como elas imaginam que será o futuro dos dispositivos vestíveis.

Fonte: www.tudocelular.com

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it