Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Proteger Marcas e PatentesÁrea do cliente

Você é o dono de sua marca?

« Anterior« Última» Próxima» Primeira
ImprimirReportar erroTags:courses, simplificar, distinguir, outros, idênticos, semelhantes, afins e atualmente498 palavras8 min. para ler
Você é o dono de sua marca?Ver imagem ampliada
O que a sua marca representa para você e para a sociedade? No seu segmento de negócio, quanto sua marca vale na percepção dos consumidores? Se hoje você perdesse sua marca, quais seriam as consequências?

Toda marca é resultado de um esforço criativo e representa um sonho, tempo de dedicação e possui uma história afetiva com seu idealizador. Fazer com que uma marca seja conhecida e respeitada requer um longo período de tempo e investimento na criação da marca e publicidade, portanto, a proteção de uma marca como um bem de propriedade industrial é imprescindível para preservar a história do negócio e construir credibilidade junto a clientes, fornecedores, colaboradores, investidores e sociedade. 

Sem o registro da marca, o investimento realizado na criação e lançamento de uma marca no mercado pode ser em vão, já que as empresas concorrentes poderão usar sinal idêntico ou semelhante para identificar os mesmos produtos ou serviços. Além do mais, a empresa corre o risco de ter que lidar com processos judiciais por uso indevido de marca, prejuízos financeiros pela interrupção do uso da marca e perder oportunidades de negócio.

Somente uma marca registrada, desde um pequeno negócio local até uma expansão internacional, concede ao seu titular direitos exclusivos de propriedade para utilização da marca, licenciamento e até a cessão (venda), sem correr riscos de contravenções e utilização por terceiros, sem autorização do titular, que possa induzir o público consumidor à confusão ou associação errônea ou caracterizar práticas de concorrência desleal por uso indevido de marca registrada ou imitação desta.

De acordo com a legislação brasileira, são suscetíveis de registro de marca os sinais visualmente perceptíveis capazes de distinguir os produtos ou serviços de uma empresa em relação a outros idênticos, semelhantes ou afins, de concorrentes.

Atualmente as marcas têm sido usadas em estratégias empresariais e publicitárias para simplificar a identificação dos produtos e serviços pelos consumidores, como também para transparecer a qualidade e os valores organizacionais, contribuindo, dessa maneira, para a definição da imagem e para a confiabilidade dos produtos e serviços prestados no mercado, fortalecimento da reputação da empresa e construção de laços afetivos com as marcas. O simples fato de possuir uma marca com boa imagem e reputação no mercado já permite que a empresa atinja posição vantajosa em relação aos concorrentes.

A proteção que um registro de marca oferece ao titular traz inúmeros benefícios, segurança e tranquilidade, por um baixo investimento.

Solicite uma Consultoria Gratuita com a Proteger Propriedade Intelectual sobre a atual situação da(s) marca(s) de sua empresa, em relação a distintividade e disponibilidade do registro.

Referências: 

BRASIL. Lei da Propriedade Industrial. Lei Nº 9.279 de 14 de maio de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9279.htm. Acesso em 13 ago. 2018.

INSTITUTO Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A criação de uma marca: uma introdução às marcas de produtos e serviços para as pequenas e médias empresas. Rio de Janeiro: INPI, 2013.

ORGANIZAÇÃO Mundial de Propriedade Intelectual (OMI). Curso Geral de Propriedade Intelectual. WIPO Distance Learning Courses, 2018.

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it